Ibirama – SC

(Terra da fartura em tupi-guarani)

Os 247.348 Km² de área territorial de Ibirama formam um conjunto diversificado de paisagens abençoadas pela Natureza.

A floresta Nacional de Ibirama, os cânions, cachoeiras, riachos, o Rio Hercílio, suas ilhas e Mata Atlântica preservada, apresentam cenários encantadores que aliados às culturas germânica e italiana, garantem momentos inesquecíveis.

Há atrações e aventuras para todos em todas as estações do ano; como roteiros de cicloturismo, ecoturismo, aventuras como Rafting, Rapel, trikking e tiroleza, à  roteiros culturais onde passeios pelo interior bucólico e a farta e saborosa gastronomia despertam os sentidos do visitante.

Então, venha para Ibirama. Admire, aprecie e sinta-se bem! 





9h00


Chegada na cidade de Ibirama (acesso principal).  Recepção pelo guia em frente Edifício Panorama.

 

 

9h15


Visita Museu Hansahoehe 

Marco arquitetônico e cartão postal de Ibirama, o edifício Hansahoehe iniciou sua construção em 1935 e abrigou um hospital nos anos de 1936 a 1986. Atualmente acolhe o Museu, escola de Música, Assoc. de Artistas Plásticos, Grupo de Danças Folclóricas, Grupo de Teatro e outras atividades culturais, além de ser o ponto de chegada dos aventureiros que praticam a descida da Maior Tirolesa Urbana do Brasil, localizada em Ibirama.

10h15


Visita a Igreja Evangélica Luterana Martin Luther

Belíssima construção com importante arquitetura que se destaca na paisagem montanhosa de Ibirama como um forte castelo, cuja construção data de 1917. O vitral do Altar (Altarfenster) no fundo da igreja merece atenção especial. Este vitral possui em sua pintura, as cores dos senados das cidades hanseáticas de Bremen e Hamburg e com a seguinte inscrição na língua alemã: “Nahet euch zu gott, só nahet er sich zu euch.” (Aproximai-vos de Deus, assim ele se aproximará de vós.)

 

11h15


Visita a Igreja Católica Santo Huberto

Neto de Charibert, rei de Torulose e filho mais velho de Bertrand, duque de Aquitaine, Santo Huberto de Liege, também conhecido como “Apóstolo dos caçadores e dos cães de caça de Liege – Belgica. Esta igreja possui uma arquitetura em forma de leque, onde a Pia Batismal na entrada, na porta central da igreja está em um nível mais rebaixado do piso, cujo significado é de que a pessoa ao ser batizada, traz consigo o pecado original, e depois do batismo, subia, livre do pecado(perdoado) e assim entrando na vida como membro da comunidade cristão. Destaca-se também, a imagem esculpida do Cristo ressuscitado no presbitério, única igreja ctólica no Brasil que possui esta imagem de braços erguidos para cima e não para os lados, indicando que Cristo não está sepultado, mas sim, com o Pai do Céu. A imagem de Cristo Ressuscitado, o Tabernáculo, o Sacrário e a imagem de Santo Huberto foram trazidos da Alemanha pelo Padre José Antônio Brandel, nascido também na Alemanha, idealizador desse projeto.

12h15


Visita a Ilha das Bromélias.

A Ilha das Bromélias é uma ilha natural, ladeada por braços do Rio Hercílio, que mantem flora e fauna especialmente preservadas para encanto dos visitantes, com inúmeras bromélias decorando os caminhos e as copas das árvores.

Possui um restaurante especializado em gastronomia típica regional, com destaque para os pratos de origem alemã com o tempero especial da “Oma” - como são chamadas as avós na língua alemã.

Dentre os pratos mais tradicionais está o “Marreco recheado”, a “Copa suína assada na malzebier” além de outras carnes, sempre acompanhadas de aipim frito com bacon, nhoque de aipim, macarrão na manteiga, chucrute, raiz forte e outras iguarias de uma culinária farta e saborosa.

Também para o café da tarde, a Ilha das Bromélias se supera no preparo das “cucas”, em alemão “kuchen”, que significa bolo preparado com massa de pão doce com coberturas que vão da farofa, queijinho branco com passas, nata com canela até as frutas como banana, maçã, abacaxi, cocô e frutas da estação. Todas sempre acompanhadas de café com leite e outras delicias.

No local há também licores artesanais, geleias, mel e biscoitos, além de artesanato, lembranças e souvenir.

14h30


Visitação a propriedade da Família Hajeck.

Na Atafona os visitantes podem conhecer como era a vida na comunidade sem energia elétrica. Além da Atafona, há também a marcenaria com estrutura de roldanas funcionando por roda d'água. Importante salientar que os visitantes terão a oportunidade de conhecer uma das poucas Rodas d'água ainda original com estrutura completa, funcionando em Santa Catarina.

No local há venda de fubá e arroz com manufatura artesanal, além de queijos e outros produtos coloniais. 

15h30


Café da Tarde – Ilha das Bromélias

Será servido café da tarde Regional variando entre deliciosas cucas, roscas, pães caseiros, geleias, mel, melado de cana, nata colonial, biscoitos, bolachinhas e tortas salgadas entre outras.

16h45


Neste local o visitante vai conhecer a empresa ibiramense que trabalha artigos em couro sendo eles, bolsas, carteiras, malas de viagem, cintos e outros. Venda de produtos no local.

17h30


Retorno para Local de Origem.






Roteiro Ilha das Bromélias

Duração: 01 dia (sem pernoite)

Grupo minimo: 30 pessoas

Inclui:

  • 01guia para acompanhar toda programação
  • Ingressos para locais de visitação
  • 02 refeições (almoço colonial e café da tarde)

* não está incluso bebidas

Valor por pessoa: sob consulta (47­3357­3163 / 3357­2999 ou 9947­2484) / ilhadasbromélias@hotmail.com

Reservas: 10 dias de antecedência.









O Projeto Caminhos do Alto Vale é uma iniciativa do Colegiado de Turismo da AMAVI, AMPE Alto Vale, Agenda Alto Vale, Agente Comunica para a divulção e promoção dos potenciais turísticos do Alto Vale do Itajaí.



Entre em Contato com o
Caminhos do Alto Vale








+55 (47) 9116-7443

contato@caminhosdoaltovale.com.br

www.caminhosdoaltovale.com.br